Cases

Programa de Estágio Avon

No Brasil, a Avon opera desde 1958, comercializando produtos em todo o território nacional. Atualmente, o país representa a maior operação da companhia e detém sua maior força de vendas. O Centro de Distribuição de São Paulo, em Cabreúva, é o maior da empresa, certificado com o selo Leed Gold, que o qualifica como construção verde. Com o objetivo de Apoiar a Avon na condução de um programa estruturado de 12 ou 24 meses de formação consistente dos estagiários, a companhia revisou e implementou o Programa de Estágio AVON, para que se cumpra os objetivos propostos:



Programa de Estágio AVON


Atrair, engajar e desenvolver jovens talentosos

Para construírem uma carreira na Avon, visando posições de liderança no futuro.

Suprir as necessidades

De crescimento do negócio e futuros movimentos sucessórios

Disponibilidade e prontidão

De jovens profissionais para assumir posições estratégicas na Avon.

Aprimorar o formato de programa

Iniciado em 2014, consolidando os resultados esperados.

A proposta inicial previa a realização de 6 temas presenciais (6h), sendo 4 temas para trilha de 1 ano, e 2 temas para o segundo ano, pílulas de conhecimento, conforme necessidade de reforço, praças de aprendizagem virtuais (até 1h30) – semestrais, tutoria/ plantão de dúvidas do projeto (30 minutos). Para Gestores previa a realização de 1 preparação de gestores (4h) e praça de aprendizagem presencial (até 2h),durante 2 anos de programa. Além das ações presenciais e de reforço, também foi contemplada a realização de Checkpoints semestrais para avaliação do desempenho do estagiário (90º).

Briefing
Formar de maneira consistente os estagiários ativos na companhia, de forma que demonstrem comportamentos alinhados ao LIA e Cultura Avon, além de maior nível de conhecimento do negócio e seus desafios, gerando resultados tangíveis para o negócio.

Público
Todos os estagiários ativos na companhia e gestores de estagiários.


Seleção dos grupos: a partir do grupo G3
• G3 – ingresso em jan/17 (52)
• G4 – ingresso em set/17 (17)
• G5 – ingresso em jan/18 (55)

Seleção dos grupos: a partir do grupo G3
validação da trilha e calendário para estagiários e gestores, junto ao cliente.

Formação
Estagiários e apoio junto aos respectivos gestores.
• G1 – ingresso em jan/16 (5)
• G2 – ingresso em ago/16 (4)
• G3 – ingresso em jan/17 (52)
• G4 – ingresso em set/17 (17)
• G5 – ingresso em jan/18 (55)
• G6 – ingresso em ago/18 (15)
• G7 – ingresso em jan/19 (40)

Temas e entregas
•Formação de mentores (2h) – aplicado pelo RH, porém, conteúdo Across
•Autoconhecimento e IE (6h)
•Gestão de Projetos c/ Canvas – conteúdo Across declinado em 2018
•Tutoria de Projetos pós 2 meses do Mod 2 (30´) – aplicado pelo RH, porém, conteúdo Across
•Relacionamento e trabalho em equipe (6h)
•Técnicas de Apresentação (6h)
•Gestão do Tempo e Rotina (6h)
•Analise e Solução de Problemas (6h)
•Praça por trimestre (1,5h; 5 por dia) – aplicado inicialmente pela Across. Cliente seguiu com acompanhamento interno
•Formação de gestores (2h) – aplicado pelo RH, porém, conteúdo Across
•Praça de aprendizagem presencial Gestores (2h) – 4 por dia – aplicado inicialmente pela Across, mas declinado
•Gestão e Influência de Stakeholders (6h) – tema acrescentado após ajuste de rota em 2018

Durante estas etapas, foi possível identificar as expectativas do RH quanto ao programa e sugerir temas que atingissem os objetivos propostos, além de sensibilizar e desenvolver gestores para que tenham o olhar no desenvolvimento de pessoas, apoiando na identificação e desenvolvimento para reter os jovens talentos

Resultado

Com o olhar trazido nas validações, aperfeiçoamos a Trilha de Desenvolvimento para Estagiários proposta inicialmente para que ficasse ainda mais aderente às expectativas e objetivos do programa.

Já na Formação dos Gestores para receberem seus novos estagiários, a aderência foi baixa trazendo uma certa preocupação quanto ao andamento futuro do programa. Isso foi revertido internamente através de encontros que o RH conduziu para checagem periódica (Praças e Focus Group).

A aderência ao programa inicialmente foi baixa, mas ao longo da parceria os estagiários foram contribuindo com suas percepções e trazendo pontos de melhoria para o programa. Além disso, a AVON sofreu algumas mudanças internas proporcionando uma mudança de rota para o programa. A Across apoiou neste processo de ajuste da Jornada de Aprendizagem e, hoje, os estagiários estão muito mais participativos e engajados no programa.

Em 2018, houve uma mudança da interface do programa por parte da AVON e alguns processos como Praça de aprendizagem e Checkpoint foram reavaliados e declinados do processo, uma vez que a AVON faria a condução internamente. A verba investida até então foi revertida para os temas presenciais. Não somente houve a aplicação do investimento como a troca de alguns temas que já não faziam mais sentido para o programa.

A AVON possui um método formal de avaliação* dos resultados obtidos com os workshops personalizado pela Across através da metodologia Kirk Patrick.

*média de avaliação das turmas onde 5,0 é a maior nota, de acordo com a metodologia Kirk Patrick.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *