Dicas

Feedback para Todos

Conteúdo por: Marcela Luz

Coronavírus

Diante dos avanços do Coronavírus (COVID-19) no Brasil, temos visto, cada vez mais, nossos clientes e parceiros tomarem a iniciativa e se organizarem para que seus colaboradores trabalhem em home office.
Sem dúvida, esta é uma medida de precaução e responsabilidade muito importante para ajudar o nosso país a diminuir a curva de contaminação nas próximas semanas.

Informações Importantes

Sabemos que não são todas as organizações que já possuem a cultura do Home Office e, assim, é normal que surjam dúvidas e inseguranças tanto para o RH como para os gestores e colaboradores.
A Across possui a Cultura de Home Office há alguns anos e, por isso, preparamos algumas dicas para apoiá-los neste momento.
Além disso, separamos algumas informações para você, RH, se preparar para os próximos desafios.

Alternative Text

IMPACTOS

PARA O RH


A decisão pelo home office deve ser comunicada claramente a todos os colaboradores e clientes, assim como é necessário ter um canal disponível para sanar qualquer dúvida ou desconforto que possa aparecer.
Home office, em outras palavras, sem considerar a tradução ao pé da letra, significa também isolamento físico (que é o que estamos precisando, neste momento) e não falta de contato com a rotina de trabalho atual, nem com nossas equipes ou clientes. O show tem que continuar!

É preciso deixar claro que todos continuaremos conectados e em contato, trabalhando normalmente, nos ambientes seguros de nossos lares, porém com maior dependência de registros de comunicação (emails), recebimento e envio rápido de avisos através de apps (WhatsApp) e ligações telefônicas, ferramentas de vídeo conferencia (Zoom, Teams..), arquivamento de documentos em nuvens, etc.

"É necessário realizar algumas checagens quanto a trabalho, rotina e infraestrutura de cada um."

Como garantir que nossos colaboradores possuam condições de trabalharem de suas casas?

Antes de ser liberado o home office para todos os colaboradores, é necessário realizar algumas checagens quanto a trabalho, rotina e infraestrutura de cada um, além de verificar se a organização está preparada para oferecer ferramentas a quem não tiver os requisitos em casa.

Como garantir que nossos clientes continuem recebendo a mesma qualidade de atendimento de sempre?

Existe um conjunto de questões criado a partir das diretrizes do CIPD (Chartered Institute of Personnel and Development) justamente para ajudar as empresas e os profissionais de gestão de pessoas a se organizarem rapidamente a alocarem suas equipes para trabalhar remotamente. Nós separamos algumas destas questões para te apoiar na decisão das melhores ações para oferecer um trabalho seguro e estruturado aos profissionais que realizarão suas atividades remotamente, no período estipulado pelo Governo Federal como Quarentena.